Ceclimar alerta veranistas sobre Dragão Azul

Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marinhos (Ceclimar) coleta, analisa e registra dados sobre o Litoral Norte do estado. Com as pesquisas, os biólogos e profissionais conseguem catalogar espécies que vêm à região em determinadas épocas do ano.

Nesse sentido, o Centro alerta os moradores sobre a presença do “Dragão Azul” que, devido aos ventos e correntes, chega às praias do Litoral nas épocas mais quentes. Segundo o professor do Centro, Ali Ger, o molusco se caracteriza pela coloração azul clara ou cinza fluorescente e pode crescer até 7 cm. A cor sinaliza que a espécie é venenosa, servindo como alerta para que seja evitada.

O contato direto causa grande desconforto e dor, no entanto, não há registro de morte humana devido ao veneno da espécie. A orientação e atendimento em caso de acidente é através do número 0800 7213000. O Dragão Azul já foi visto em Palmares do Sul (Dunas Altas e Quintão), Imbé e Xangri-Lá. Se alguém encontrar exemplares na praia, não toque com a mão desprotegida, comunique ao Ceclimar (3627 1309) para identificar a localização.

Fonte e foto: Ceclimar