Fábrica de calçados demite mais de 500 trabalhadores em Santo Antônio da Patrulha e Caraá

O presidente da indústria calçadista RR Shoes confirmou durante a manhã de segunda-feira (18/05), a demissão de 500 funcionários nas unidades de Santo Antônio da Patrulha e Caraá. Ramon Rabelo destacou que, no total, permanecerão 350 funcionários sendo que a unidade de Caraá continuará funcionando com 40 trabalhadores. 
A fábrica de Santo Antônio, apesar da redução do número de empregados, seguirá funcionando. 420 pessoas foram demitidas da unidade de Santo Antônio da Patrulha e 115 da fábrica do Caraá, somando aí 535 trabalhadores. Diante da crise causada pela pandemia, 300 pessoas seguirão trabalhando no pavilhão da fábrica situada no Parque da Guarda e outras 40 na unidade do Caraá. Em Teutônia, no fim de março, a empresa já havia dispensado 400 pessoas, encerrando as atividades da planta industrial.
A loja, que fica no centro da cidade, também vai seguir vendendo direto ao consumidor. Há duas semanas, a fábrica da Piccadilly, outra marca tradicional de calçados no Rio Grande do Sul, encerrou as atividades, com a demissão de mais de 500 trabalhadores também em Santo Antônio da Patrulha. O prefeito lamentou as demissões, afirmando que a perda se dá no seio familiar dessas famílias, mas também impacta fortemente as contas públicas.
Fonte e arte: Ascom PMSAP