Responsáveis por embarcação encalhada em Cidreira são autuados

Provável crime ambiental é investigado pela Patram no litoral. O Comando Ambiental da Brigada Militar autuou o proprietário e o comandante do barco que encalhou na madrugada de quarta-feira (27) a 300m na orla do município de Cidreira, próximo da guarita 173.
A suspeita é de pesca predatória e eles estariam fazendo arrastão em um local proibido, além de dificultar a investigação. O barco quando encalhou estava com o sistema de georreferenciamento desligado. As autoridades aguardam para esta quinta-feira (28) a chegada de um equipamento especial de Rio Grande para tentar retirar a embarcação de 18 metros de comprimento e que está com cerca de quatro mil litros de combustível.
Fonte: SSP