A Polícia Civil, com o apoio dos Bombeiros, da Brigada Militar e Guarda Municipal, faz buscas a um menino de sete anos, que após desaparecimento na última terça-feira(27) , a mãe confessou ter matado o mesmo, em Tramandaí. Em entrevista no programa Olho Vivo, o delegado da Polícia Civil de Imbé, Antônio Carlos Ractz, relatou que a mulher de 26 anos, compareceu à delegacia para registrar o desaparecimento do filho. A criança morava com ela e a companheira, de 23 anos. Após ser indagada em depoimento e apresentar diversas falas contraditórias, a mulher confessou que fez o menino ingerir medicamentos e jogou seu corpo no Rio Tramandaí, após carregá-lo em uma mala.  A mala citada pela mulher foi localizada pelas equipes de busca nas margens do rio. O corpo do menino segue sem localização. A mãe da vítima foi autuada por homicídio qualificado. A situação da companheira dela está sendo analisada, visto que apresenta sinais de autismo. Ela está detida sob condição de suspeita. Ainda em entrevista, o delegado informou: “A companheira da mãe da vítima será submetida a um exame psiquiátrico, para comprovação da sua deficiência”. Informou também que as buscas não pararam e seguem à procura do corpo pela manhã.