Os agentes da Polícia Civil da Delegacia de Osório realizaram na manhã desta segunda-feira (16/08) o cumprimento de diversas medidas cautelares judiciais, a partir de investigações preliminares da prática de diversos crimes de  estelionatos, por meio da internet e aplicativos de smartphones, resultando na prisão de uma mulher. Segundo o delegado João Henrique Gomes, titular da Delegacia de Osório, o aumento nos registros policiais de crimes contra o patrimônio, por meio das redes sociais(internet e aplicativos de celulares), mobilizaram os policiais no sentido de identificar a autoria e prender os envolvidos. No andamento das investigações houve utilização de diversas ferramentas qualificadas, visando a responsabilização penal dos envolvidos. Diante disso, medidas cautelares judiciais foram representadas ao Judiciário local, as quais foram regularmente deferidas. Uma mulher foi presa  preventivamente,  e equipamentos de falsificação foram apreendidos, além de maquinários, drogas ilegais e uma balança de precisão, resultando  também na autuação da mulher pelo crime de tráfico de drogas. Ainda segundo o delegado Gomes, existem fortes suspeitas de que as drogas ilegais seriam preparadas e enviadas ao presídio de Osório. O apoio da comunidade no esclarecimento dos crimes tem sido de grande valia; ressaltando ainda o dedicado e comprometido empenho dos agentes policiais lotados na DP Osório nas investigações desse tipo de crime que vinha causando grandes prejuízos às vitimas. O delegado alertou sobre os riscos do uso da internet, e revelou que é importante manter um programa atualizado de proteção e acompanhar nas páginas da Polícia Civil, as dicas de conduta para se proteger da ação de criminosos virtuais.  Novas ações serão realizadas e a comunidade pode denunciar através do telefone 51.999.120.456 (whatsApp).

Foto: Policia Civil/Divulgação