O Tribunal do Júri de Osório, se reúne nesta sexta-feira(15) às 9h30, para julgar Everton Wiscov Ferreira, 31 anos, e Marino Renato Silveira da Rocha, 59 anos. Os dois foram denunciados por homicídio triplamente qualificado que teve como vítima Eduardo Fassbinder, 38 anos. O crime foi registrado no dia 26 de maio de 2018, em uma propriedade localizada na Linha Garapiá, na Barra do Ouro, em Maquiné. De acordo com o que foi apurado pela Policia à época, a dupla foi até o local, onde a vítima residia com a esposa e uma filha de 11 anos. A motivação para o crime não ficou bem esclarecida nas investigações, mas com o indicativo de se tratar de acerto de contas. Por volta das 13h30, os dois criminosos   chegaram ao local em uma camionete pick-up Fiat Strada, vindos de Porto Alegre. Inicialmente, a dupla passou pela frente da casa, e na sequencia Everton desceu do carro armado e foi em direção a vítima, que foi atingida pelos disparos nas costas e morreu no local. A filha de 11 anos, estava com ele, mas não foi atingida. Os dois criminosos, deixaram o local em alta velocidade, mas acabaram sendo detidos em uma barreira feita pela Brigada Militar, que recebeu a informação sobre os tiros e da fuga dos envolvidos e agiu rápido. Junto ao tapete do carona, foi localizada a arma usada para cometer o crime. A dupla foi reconhecida pela esposa e filha da vítima, e resultou presa em flagrante e desde então está recolhida ao sistema prisional. No andamento do processo judicial, Marino, alegou que era apenas o motorista e que não atirou contra a vítima. Já Everton, admitiu que realizou os disparos, mas alegou legítima defesa putativa, que é a situação em que os tiros são desferidos com o intuito de se defender. Ele argumentou que teria ido falar com a vítima, quando essa teria feito um movimento brusco, como se fosse sacar uma arma, momento então que reagiu, e desferiu 6 tiros contra Fassbinder, todos pelas costas. O promotor Fernando Andrade Alves irá atuar na acusação, e os denunciados defendidos pelo advogado Rodrigo Morelatto. A sessão do Tribunal do Júri, será presidida pela Juíza Conceição Aparecida Canho Sampaio Gabardo.

Foto: Ilustrativa