Mechas de cabelos e tampinhas plásticas são sinônimos de solidariedade. É esse o sentido de campanhas promovidas pela Brigada Militar para arrecadar cabelos cortados e tampinhas de embalagens diversas. Nesse foco, o 8º Batalhão de Polícia Militar (8º BPM) e o Comando Regional de Policiamento Ostensivo (CRPO Litoral) realizaram em Osório, na tarde da quarta-feira (16), solenidade de repasse de mechas de cabelos e tampinhas ao Instituto da Mama do RS (Imama) e ao Instituto do Câncer Infantil.   O 8º BPM contou com a parceria de 27 salões de beleza e barbearias de municípios da área de abrangência da Unidade e foram arrecadadas 788 mechas de cabelos de outubro de 2021 até março deste ano. O CRPO Litoral foi recebendo doações individuais e alguns lotes de salões de beleza, somando 110 mechas. As quase 900 mechas foram divididas entre o Imama, representado no ato por Márcia Fernandes e Nilza Santana, e o Instituto do Câncer Infantil com as presenças dos irmãos Jair e Shirley Amenguael Stenzel.

Na solenidade, foi entregue uma peruca a menina osoriense Pietra, que está em tratamento contra o câncer, simbolizando o sentido da Campanha Cabelos de Aço das Brigadianas, que foi lançada em março de 2019 e se tornou permanente. Para a arrecadação de tampinhas plásticas, houve a colaboração de 12 estabelecimentos comerciais, além de doações individuais, totalizando 220 quilos do material, entregues ao Instituto do Câncer Infantil. Em Osório, a campanha da tampinha foi proposta ao 8º BPM pelo cidadão Flávio Floriano Peixoto no final de 2019 e desde lá o Batalhão vem arrecadando os objetos.

O 8º BPM presenteou as meninas Mayara Greiner Borino, que motivou o lançamento da campanha dos cabelos na BM, Joana dos Santos Zart e Érica Tomaz Teixeira que deram exemplos para inúmeras doações feitas a partir dos seus gestos. O Batalhão também homenageou os policiais militares envolvidos na arrecadação de cabelos e tampinhas, os proprietários e representantes de salões de beleza e de barbearias e de estabelecimentos comerciais que colaboraram com as campanhas.

O comandante interino do CRPO Litoral, tenente-coronel Ney Humberto Fagundes Medeiros, falou que a Brigada Militar é um elo de aproximação entre a comunidade, as entidades que apoiam mulheres e crianças acometidas por câncer e os pacientes que necessitam desse amparo solidário.