A Policia Civil de Imbé, comandada pelo delegado Antônio Carlos Ractz Jr, indiciou e prendeu preventivamente nesta terça-feira (14) cinco pessoas pelos crimes de homicídio, tentativa de homicídio, lesões corporais e formação de quadrilha, após concluir investigações de uma ocorrência registrada no dia 1º de maio, e que foi inicialmente tratada com um caso de briga, supostamente entre grupos rivais em Imbé.  Porém, no andamento das investigações foi constatado se tratar de um confronto envolvendo os cinco indiciados e outros indivíduos que estão sob investigação, que passaram a investir contra  à vítima. De acordo com registro policial, no dia 1º de maio, houve uma briga entre um grupo de jovens, originário do bairro São Francisco II, em Tramandaí, contra um jovem de 22 anos, identificado como Guilherme Thadeu Gonçalves da Silva, que estava acompanhado pela namorada, ambos residentes em Capão da Canoa.  A briga teve origem no interior de uma casa noturna em Imbé, onde ocorria um show de música Funk. A vítima inadvertidamente teria dado um “pisão” no pé de um dos agressores, que de imediato partiu para cima da vítima, lhe agredindo com o apoio de outros quatro parceiros, todos ligados a uma facção criminosa.  Os seguranças da casa noturna expulsaram os envolvidos na briga, e as agressões tiveram continuidade na rua. Um casal que tentou defender a vítima, também acabou sendo agredido. A violência do ataque provocou lesões gravíssimas em Guilherme Thadeu, que caiu desmaiado na rua, sendo socorrido pelo SAMU. Devido à gravidade das lesões, a vítima sofreu morte cerebral, e morreu no hospital de Tramandaí, quatro dias mais tarde. O casal que tentou auxiliar a vítima das agressões, também sofreu lesões graves, se caracterizando uma tentativa de homicídio. Os dois necessitaram de atendimento médico. No dia seguinte aos fatos, a Policia Civil de Imbé, passou a investigar o caso.  Nesta terça-feira(14) os agentes da DP de Imbé, com o apoio da Brigada Militar cumpriram mandados de busca e apreensão no bairro São Francisco II, onde foram presos preventivamente três indivíduos maiores e idade e apreendidos outros dois menores. Foram detidos: Carlos Eduardo da Silva Souza, 18 anos com antecedentes como menor infrator por ameaça, tráfico de drogas e associação para o tráfico; Guilherme Griselle Ferri, 21 anos, sem passagens pela polícia; e Alair da Silva Parí, 19 anos, com antecedentes por tráfico e associação para o tráfico, como menor de idade, além de outros dois menores de 17 anos, ambos com passagens pela polícia. Durante as diligências, também foram apreendidas drogas, apetrechos e smartphones, que ensejaram a prisão em flagrante de dois adultos e a apreensão em flagrante de um adolescente, todos pela prática de tráfico ilícito de drogas.  Ainda foi preso um homem de 26 anos, que estava foragido da justiça, condenado por homicídio e furto qualificados. Na ação também foram recuperados alguns pertences da vítima fatal: como um par de tênis e um pingente da Nossa Senha Aparecida, furtados após as agressões.  O delegado Antônio Carlos Ractz Jr, revelou que outras prisões poderão acontecer, nos próximos dias, com o andamento das investigações. Os cinco suspeitos já detidos, foram submetidos a exame de corpo de delito, reconhecimento pessoal e posteriormente, recolhidos ao sistema prisional.

 Foto: PC/Divulgação