Uma decisão publicada nesta sexta-feira (01), e assinada pelo Juiz Juliano Pereira Breda, da 1º Vara Cível de Osório, revogou a liminar concedida pelo judiciário para a desocupação da área invadida, localizada no distrito de Mariápolis, em Atlântida Sul. De acordo com despacho, o magistrado suspendeu a decisão anterior, com base no que foi estabelecido pela Lei 14.216/2021 de suspender despejos e desocupações  em razão da pandemia do Covid 19, até 31 de outubro de 2022, com validade em todo o território brasileiro. Diante da decisão, fica obstaculizado o cumprimento da ordem de desocupação da área invadida, em Mariápolis. O Juiz Breda, suspendeu o processo até o dia 1º de dezembro de 2022 e a reintegração de posse que estava marcada para o dia 1º de setembro, não será cumprida.

Foto: Ilustração