Um homem de 21 anos, foi preso no final da manhã desta segunda-feira(4), apontado como suspeito de ser o  autor de um caso de estupro seguido de roubo, registrado em Imbé, na noite de domingo (3). O suspeito foi reconhecido pela vítima, e acabou confessando a prática do crime. Os agentes da DP de Imbé, comandados pelo Delegado Antônio Carlos Ractz Jr, estavam na perseguição ao suspeito, desde a noite dos crimes, mas as diligencias evoluíram na manhã desta segunda-feira (4), quando o dia clareou. Com base nas características do suspeito, os policiais iniciaram a procura pelo local onde ele morava, em uma casa abandonada, no final da Rua Quartz, próximo as dunas. Porém, após vasculhar o local, o suspeito não foi encontrado, mas foram encontradas peças de roupas femininas intimas,  além de chinelos femininos e outros objetos. As buscas foram ampliadas com base em informações de populares que já haviam visto e conheciam o suspeito. Até mesmo, frequentadores da praia, que utilizam a região para a prática de corrida matinal, foram abordados e  contribuíram para que os policiais montassem um roteiro por onde o suspeito passava e onde poderia estar. Ele acabou sendo localizado e preso no Balneário Mariluz. Inicialmente negou o crime, mas diante as evidências apresentadas pelos policiais, acabou reconhecendo a prática criminal. Trata-se de um homem, de  21 anos, cujo nome não fornecido pela Polícia, e que já possuía antecedentes por delitos sexuais. O suspeito foi submetido a exame de corpo de delito, interrogado e autuado em flagrante por estupro seguido de roubo, sendo recolhido ao sistema prisional. Durante todo tempo, desde o início da ocorrência, a Policia Civil, contou com o apoio da Guarda Municipal de Osório. A lamentar a exposição da vitima, que devido a falta de peritos do IGP, para atendimento de ocorrências a noite, a vitima teve que ser levada para Porto Alegre, a fim de ser submetida aos exames técnicos comprovatórios do estupro, a serem anexados ao inquérito e para preservar a vitima em caso de gravidez positivada.

Foto: PC/Divulgação