Agentes da força-tarefa do Programa Segurança Alimentar RS fiscalizaram nesta terça-feira, (26),  três mercados no município de Santo Antônio da Patrulha. Um dos locais teve a padaria, o açougue e o depósito interditados. No total, 750 kg de alimentos impróprios para consumo foram apreendidos e inutilizados. Os estabelecimentos foram autuados. Produtos com a validade vencida, armazenados de forma inadequada e falta de procedência foram as principais irregularidades encontradas. Durante a fiscalização carnes fracionadas apresentaram alterações de cor, textura e odor,  sendo constatada a presença de mosca varejeira em uma das peças. Havia também, pedaços de frango sem identificação e salsichão condicionados de maneira irregular – deveriam estar congelados e estavam resfriados.  Participaram da operação o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) – Segurança Alimentar, Alcindo Luz Bastos da Silva Filho, a promotora de Justiça de Santo Antônio da Patrulha Graziela da Rocha Vaughan Veleda, servidores do Gaeco – Segurança Alimentar, representantes da Vigilância Sanitária Municipal de Santo Antônio da Patrulha, Serviço de Inspeção Municipal de Santo Antônio da Patrulha, Secretaria Estadual da Saúde (SES), Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (SEAPDR) e Delegacia de Polícia de Proteção ao Consumidor (Decon) e Patrulha Ambiental da Brigada Militar (Patram).