Uma ação civil pública com pedido de tutela de urgência, movida Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS) em Palmares do Sul, foi acatada pelo o juiz Nelso Inácio, que determinou que o Estado realize a nomeação de seis novos servidores para as Delegacias de Polícia Civil de Palmares do Sul e Capivari do Sul,  e dois novos servidores para o Posto Policial de Balneário Quintão. A ação foi ajuizada pelo MPRS devido à carência de efetivo policial para atender a população da região.  Na ação, o promotor de Justiça Leonardo dos Santos Rossi enfatizou a urgência da nomeação de novos policiais para a Delegacia de Polícia de Palmares do Sul (incluindo o Posto Policial de Balneário Quintão) e a Delegacia de Polícia de Capivari do Sul, em número suficiente para atender a demanda de trabalho, devido à desproporcionalidade histórica entre a efetiva lotação de policiais civis e a demanda de serviço, e que em mais de uma oportunidade moradores procuraram a Promotoria de Justiça para relatar que não conseguiam registrar ocorrências e que quando conseguiam atendimento, era apenas por telefone. Ainda segundo o promotor de justiça Leonardo dos Santos Rossi, as estatísticas criminais da região são equiparáveis a de outras cidades próximas, com efetivos policiais superiores.

Foto: MPRS/Ilustração